Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

Curiosidades

Só à luz do dia


Agência Luz/BM&FBOVESPA
Mário José dos Santos Jr - Troféu Brasil 2010

As provas de marcha atlética só podem ser disputadas à luz do dia. É uma exigência da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), para que os árbitros possam ver direitinho se os atletas estão marchando e não correndo. Na marcha, pelo menos uma parte de cada pé do atleta deve estar em contato com o chão ao mesmo tempo. Quem não seguir a regra pode ser advertido - com três advertências, o atleta é desclassificado. A IAAF também é exigente na hora de homologar marcas. Para isso ocorrer, a competição precisa contar com três árbitros internacionais, dos quadros da entidade.

 

Em provas longas e desgastantes como as da marcha atlética - a distância varia de 20 a 50 km, em disputas que podem superar as 5 horas de duração - os atletas precisam de muito mais do que um bom preparo físico e emocional. Fundamental, por exemplo, para proteger contra o atrito, é passar vaselina nas áreas do rosto onde os óculos escuros ficam apoiados, além de axilas e virilha, que chegam a sangrar nas provas. Os tênis também precisam ser muito bem escolhidos, sob pena de se terminar a prova com bolhas sangrando no pé inteiro.

 

(Os treinos dos marchadores alcançam cerca de 250 quilômetros na semana, contra 200 dos maratonistas, explica o técnico. Por isso, é preciso "descansar" os pares de tênis, para que os solados "voltem", de tão comprimidos que ficam depois de um treino. Assim, os atletas de longa distância fazem rodízio de uns cinco pares.)

 

Da matéria de Denise Mirás para o R7



Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff