Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

Notícias

Bruno Spinelli, do salto com vara, mostra evolução na temporada na disputa do GP Brasil


Saltador da B3 Atletismo, de 20 anos, já melhorou três vezes seu recorde pessoal em 2017 e está na prova deste sábado (3/6/2017), na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo


Osvaldo F./Contrapé/B3 Atletismo


São Caetano do Sul - Integrante da nova geração do salto com vara no país, Bruno Spinelli, de 20 anos, é um dos destaques do GP Brasil, sábado (3/6/2017), na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, a partir das 14 horas. Incorporado ao grupo da B3 Atletismo em 2017, o saltador já melhorou três vezes a sua marca pessoal na temporada e espera, na competição internacional, conseguir elevar ainda mais o seu recorde.


Bruno trabalha com o técnico Elson Miranda desde 2015, ano em que deixou sua cidade natal, Presidente Prudente, para fazer parte do Instituto Elisângela Maria Adriano (Iema), núcleo de categorias de base em São Caetano do Sul apoiado pela B3 Atletismo. Dividiu os treinos nos últimos dois anos com a campeã mundial e recordista sul-americana Fabiana Murer.


O saltador começou a temporada de 2017 tendo a marca de 5,15 m, obtida no ano passado, como seu recorde pessoal. Em 11 de março, na Etapa Regional do Campeonato Paulista, saltou 5,20 m. Menos de duas semanas depois, no Circuito Ouro 1ª Etapa, melhorou para 5,35 m. E, em 10 de maio, chegou aos 5,42 m, no Circuito Ouro 5ª Etapa - todas as competições foram disputadas na Arena Caixa, local da disputa do GP Brasil. 


O objetivo de Bruno é, mais uma vez, melhorar seu recorde pessoal. E espera que o alto nível da prova, que tem o campeão olímpico Thiago Braz, possa ajudá-lo. "Espero que eu consiga saltar bem e que saia no GP a minha melhor marca. O Thiago na prova vai puxar o nível de todo mundo que estiver. Ele salta alto, e, quando é assim, a gente tenta saltar alto também. Estou confiante porque venho treinando bem, não tive lesões e estou conseguindo dar sequência aos treinos."


Mensagem no WhatsApp para a bicampeã olímpica do martelo


Carla Michel e Mariana Marcelino, do lançamento do martelo, também terão a chance de competir com uma adversária de peso no GP Brasil: a bicampeã olímpica e recordista mundial da prova, Anita Wlodarczyk, da Polônia. 


Empolgada com a possibilidade de enfrentar a atleta que considera um ídolo, Carla enviou para a polonesa uma mensagem no WhatsApp assim que soube da vinda de Anita para o GP. "Copiei a notícia publicada pela CBAt e mandei para ela. A Anita respondeu com palminhas e me disse: ''''Até o Brasil!''''". Fiquei muito feliz e emocionada. Sei que não são muitas as oportunidades atuais que eu teria de competir com uma campeã olímpica. Por isso, meu objetivo na prova é fazer minha melhor marca ou próximo dela", disse a gaúcha de 29 anos, que tem 63,16 m como recorde pessoal.


Mariana, recordista brasileira do martelo (66,64 m, obtidos em maio, na Croácia), também destaca a importância de ter uma atleta do nível de Anita no Brasil. "Quando eu participo de uma competição de alto nível, me animo. É como a correnteza do Rio: a água te leva e você vai. É bom estar em uma prova com meninas tecnicamente melhores do que nós. Acredito que ainda posso melhorar meu resultado no GP, e depois também. Ainda dá para crescer", disse a catarinense de 24 anos.


No peso, reencontro de finalistas olímpicos


Darlan Romani, quinto colocado nos Jogos Olímpicos do Rio no arremesso do peso, reencontrará em São Bernardo do Campo um adversário da final de 2016: Franck Elemba, do Congo, que ficou uma posição acima do brasileiro. Franck e Darlan fizeram uma ótima competição no Engenhão: ambos bateram os recordes de seus países na briga por uma medalha. O congolês alcançou a marca de 21,20 m e o brasileiro, a de 21,02 m.


Darlan, de 26 anos, já alcançou o índice para o Mundial de Londres (20,50 m) duas vezes na temporada. Com excelente regularidade na temporada, tem a 12ª marca do ranking mundial com os 20,93 m obtidos em Gainesville (EUA) em 28 de abril. 


Integrantes da B3 Atletismo no GP Brasil:

Alexsandro de Melo - salto triplo
Bruno Spinelli - salto com vara
Cleiton Cesário Abrão - 800 m
Darlan Romani - arremesso do peso
Fernando Carvalho Ferreira - salto em altura
Julio Cesar de Oliveira - lançamento do dardo
Paulo Sergio Oliveira - salto triplo
Adelly Oliveira Santos - 100 m com barreiras
Carla Michel - lançamento do martelo
Izabela Rodrigues da Silva - arremesso do peso
Jailma Sales de Lima - 400 m
Juliana Paula Gomes dos Santos - 1.500 m
Mariana Marcelino - lançamento do martelo
Tânia Ferreira da Silva - salto em distância
Tatiane Raquel da Silva - 1.500 m
Vanusa dos Santos - 200 m
Vitória Rosa - 200 m


O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA agora é B3 Atletismo. A mudança de nome da equipe é consequência do nascimento da B3 S.A., resultado da combinação de atividades entre BM&FBOVESPA e Cetip, efetivada em 30 de março de 2017.

A B3 Atletismo, comprometida com o desenvolvimento do Brasil pelo esporte, tem parceria com CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.



Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff