Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

Notícias

Na Áustria, Luiz Alberto de Araújo disputa o primeiro decatlo após a Olimpíada do Rio


Decatleta da B3 Atletismo, 10º colocado nos Jogos Olímpicos de 2016, compete no fim de semana no Hypo Meeting, em Götzis (Áustria), o mais tradicional torneio das provas combinadas


Agência Luz/B3 Atletismo


São Caetano do Sul – Luiz Alberto de Araújo, decatleta da B3 Atletismo, compete neste sábado e domingo (27 e 28/5/2017) no Hypo Meeting, em Götzis (Áustria), o mais tradicional torneio de provas combinadas. O brasileiro fará seu primeiro decatlo após a Olimpíada do Rio/2016, quando conquistou a 10ª colocação e alcançou seu recorde pessoal (8.315 pontos).

O resultado de Luiz Alberto na Olimpíada já é índice para o Mundial de Londres – a marca mínima é 8.100 pontos. Mas o decatleta, que também precisa estar entre os 40 melhores do ranking olímpico da IAAF para ser convocado, quer mostrar que está em boa forma técnica e física.


“Quero fazer novamente o índice para o Mundial para mostrar que estou bem, que estou trabalhando e que tenho como objetivo competir o Mundial. Por isso, a primeira expectativa em Götzis é fazer acima dos 8.000 pontos, especificamente tentando o índice na competição”, explica Luiz Alberto. “Essa é uma competição em que vão estar todos os atletas que devem ir ao Mundial, será muito forte”.


O decatlo, disputa dos “super-homens” do atletismo, é composto por dez provas (100 m, salto em distância, arremesso do peso, salto em altura, 400 m, 110 m com barreiras, lançamento do disco, salto com vara, lançamento do dardo e 1.500 m) e realizado em dois dias. O resultado de cada uma das provas é convertido em uma pontuação, de acordo com tabela publicada pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF), e a somatória dos pontos em cada evento dá o resultado final.


Desde março, Luiz Alberto disputou várias das provas individuais que compõem o evento combinado em torneios da Federação Paulista de Atletismo – na última delas, o Circuito Ouro 5ª Etapa, alcançou a melhor marca pessoal no lançamento do disco (48,62 m). “Fazia tempo que eu não melhorava o resultado na prova do disco (desde 2011). Tenho melhorado as minhas provas nos últimos dois anos, mas nem sempre tenho conseguido fazer isso dentro de um decatlo. Agora, quero melhorar o disco, a vara e o altura dentro de um decatlo, para que o resultado final possa ser melhor”.


Luiz chegou a entrar no decatlo da Etapa Regional do Campeonato Paulista, em São Bernardo do Campo, em março, tendo concluído nove das dez provas – não disputou os 1.500 m. “O objetivo na competição era alcançar o índice para o Troféu Brasil, uma exigência da Confederação Brasileira de Atletismo. Faltou correr a última prova, mas o Luiz fez um bom decatlo para o início de temporada, com 7.284 pontos”, explica o técnico Edemar Alves.


Luiz Alberto e Edemar viajaram para a Áustria no domingo. Desde então, realizaram treinos no local de competições, o Mösle Stadium. “No próprio estádio já é possível fazer os preparativos finais, treinar barreiras, fazer a corrida na marca do distância… Só não dá para treinar o salto com vara, já que todas as varas ficam no aeroporto até sexta-feira. Isso vai acontecer com todo mundo.”


Após Götzis, Luiz Alberto retorna para São Caetano do Sul para os preparativos finais da disputa do Troféu Brasil, entre os dias 9 e 11 de junho, na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo.


O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA agora é B3 Atletismo. A mudança de nome da equipe é consequência do nascimento da B3 S.A., resultado da combinação de atividades entre BM&FBOVESPA e Cetip, efetivada em 30 de março de 2017.


A B3 Atletismo, comprometida com o desenvolvimento do Brasil pelo esporte, tem parceria com CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.



Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff