Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

Notícias

Thiago André alcança segundo índice, agora nos 1.500 m, para o Mundial de Londres


Meio-fundista da B3 Atletismo, que já havia se qualificado ao Mundial nos 800 m, correu a prova em 3min35s28, no Nijmegen Global Athletics


Osvaldo F./Contrapé/B3 Atletismo


São Caetano do Sul - Thiago do Rosário André mostrou que está em boa forma ao obter o seu segundo índice para o Mundial de Londres, nesta sexta-feira (2/6/2017), no Nijmegen Global Athletics, na Holanda. O jovem meio-fundista da B3 Atletismo, que já havia se qualificado nos 800 m, obteve a marca mínima estabelecida para os 1.500 m, ao vencer a prova com 3min35s28, também o seu melhor tempo pessoal para a distância. O australiano Luke Mathews (3min35s60) ficou em segundo e o queniano Broaz Kiprugut (3min36s59), em terceiro.


A marca exigida pela Confederação Brasileira de Atletismo para a prova é de 3min36s00 - Thiago ainda terá de ficar entre os 40 do ranking olímpico (máximo de três atletas por país) para ser convocado. O Mundial de Londres será de 4 a 13 de agosto, no Estádio Rainha Elizabeth II, palco dos Jogos Olímpicos de 2012.  


Inicialmente, Thiago correria os 800 m, mas, com possibilidade de fazer o índice, acabou migrando para os 1.500 m. "Foi uma prova muito dura. Tive que correr em busca de tempo (não de colocação) e, por isso, tinha que correr forte o tempo todo. Quando o coelho saiu da prova, corri sozinho. Mas graças a um outro atleta (o australiano Luke Mathews) eu fiz o índice e ele também. Nos últimos 150 m, eu já estava cansado e o ritmo diminuiu, mas ele me passou e eu reagi. Fui atrás dele e, na reta dos 100 m, soltei tudo, dei o meu melhor e ganhei a prova."


Thiago, de 21 anos, após um treinamento de um mês na altitude de Paipa, na Colômbia, havia conquistado a vitória na milha no Prefontaine Classic, etapa da Diamond League disputada em Eugene (EUA), no sábado (27/5/2017). Fez os 1.609 m da International Mile em 3min51s99, assumiu a quinta posição do ranking mundial na prova e ficou perto do recorde sul-americano (3min51s05), que pertence a Hudson de Souza desde 2005.


O atleta, que trabalha com o técnico Ricardo D'Angelo, mostrou que poderia fazer uma boa temporada em sua primeira competição do ano, a Etapa Regional do Campeonato Paulista de Atletismo, na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo (11/3/2017), quando fez o índice para os 800 m, com 1min45s65, também recorde pessoal, e 25 centésimos abaixo da marca de classificação para o Mundial (1min45s90).


Thiago retornará ao país para competir o Troféu Brasil de Atletismo, na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, entre os dias 9 e 11 de junho.


O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA agora é B3 Atletismo. A mudança de nome da equipe é consequência do nascimento da B3 S.A., resultado da combinação de atividades entre BM&FBOVESPA e Cetip, efetivada em 30 de março de 2017.

A B3 Atletismo, comprometida com o desenvolvimento do Brasil pelo esporte, tem parceria com CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.



Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff